segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Os proverbios já não são o que eram...

Quem ri por último...é de compreensão lenta.
Os últimos são sempre...desclassificados.
Quem o feio ama...tem que ir ao oculista.
Deitar cedo e cedo erguer...dá muito sono!
Quem não arrisca...não se lixa.
O pior cego...é o que não quer cão nem bengala.
Quem dá aos pobres...fica mais teso.
Há males que vêm...e ficam.
Gato escaldado...geralmente esta morto.
Mais vale tarde...que muito mais tarde.
Cada macaco...com a sua macaca.
Águas passadas...já passaram.
Depois da tempestade...vem a gripe.
Vale mais um pássaro na mão...que uma cagadela na cabeça

1 comentário:

N@ids disse...

Mana, de 1 a 5 valores... dou-te 6!