terça-feira, 10 de julho de 2007

Fechar os olhos não custa


"Fechar os olhos não custa! O que custa é ter coragem para os reabrir e aceitar que os sonhos não correspondem à realidade"

"Fechar os olhos não custa! O que custa é ter coragem para os reabrir e aceitar que os sonhos não correspondem à realidade".

"Fechar os olhos não custa! O que custa é ter coragem para os reabrir e aceitar que os sonhos não correspondem a realidade".

"Fechar os olhos não custa! O que custa é ter coragem para os reabrir e aceitar que os sonhos não correspondem à realidade".

"Fechar os olhos não custa! O que custa é ter coragem para os reabrir e aceitar que os sonhos não correspondem à realidade".

1 comentário:

Me, My, I disse...

"Fechar os olhos" custa-me tanto como os abrir. Se os fexo, fico no escuro (e eu n suporto a escuridao), se os abro vejo o k n kero. Em k e k ficamos? Abro, fexo, abro, fexo...
Sonhar... ja n sei o k e sonhar! "Aceitar k o k sonhamos n corresponde a realidade..." so se eu voltar a sonhar.
O mais parecido aos sonhos e akela faze em k dou-m por vencida de tanto cansaco e adormeco. Exa, e a faze em k eu poxo dizer k tou a sonhar.